You are currently viewing Respirar

Respirar

Gianna,

Sua voz doce e animada de menina dizendo “Papai mudou o mundo” foi a melhor coisa que ouvi nesses dias de tensão.

Pude imaginar o ar roubado do seu pai, George Floyd, se tornar fôlego para gerações inteiras.

Fico feliz que você conte essa história trágica a seu modo, porque já chega de ter a história escrita por narradores alheios.

Sei que virá o luto, a constatação da orfandade e você irá descobrir que essas chamas de agora ardem, há séculos, no coração dos seus.

Você vai entender que sua cabeça erguida contrasta com os olhares baixos dos seus ancestrais, encolhidos à força, curvados pelo açoite de violências sistemáticas.

Então, virá o ódio. E não duvide que você tem direito a ele.

Torço para que a indiferença que cobre toda essa imoralidade – e que um dia tentará apagar o nome do seu pai também – não anestesie sua indignação.

Gostaria de soprar no seu ouvido: Coragem! Coragem! Até poder escutar o desafio da sua voz se juntar a outras irrompendo nas favelas brasileiras, nos campos de refugiados na África…

Espero que você proteste por tudo que eu gostaria de gritar em seu nome, mas não tenho capacidade de traduzir.

Desobedeça, recuse o papel imposto e continue a crer no propósito em primeiro lugar. Empunhe a força do caráter, a potência da verdade e não recorra às armas da brutalidade e do medo, que feriram sua família.

Penso na blusa branca rendada, sobre sua pele negra tão suave, como bandeira de paz. Convite ao diálogo, fraternidade entre irmãos de todas as cores.

Sei que estou pedindo muito de você, quando o racismo continua a tirar tanto. Quando seus irmãos estão no alvo da polícia, da epidemia e da pobreza. Quem dera pudéssemos carregar nos ombros todas as crianças pretas, de braços abertos para uma vida de oportunidades justas.

Hoje, poderia me juntar à fúria das ruas, porque a trago por dentro também. Mas, sua imagem me fez lembrar de outros caminhos, firmes e imperturbáveis, contra todo tipo de escravidão.

Obrigada, Gianna, por me fazer respirar sua esperança.

Comentários